terça-feira, 23 de dezembro de 2008

4 Dias de Setembro-uma eternidade?



Ao ver um filme nacional (ainda temos muito a aprender,principalmente a valorizar o produto interno bruto cinematográfico),parei pra pensar e tentar reflectir sobre sua mensagem final...

O filme era "O que é isso companheiro"-de Bruno Barreto,baseado no livro homónimo de Fernando Gabeira (ele de novo sim...)com um elenco impecável,praticamente impossível de repetir,não deve em nada pra outras tantas obras consideradas imortais...

Não estou escrevendo para reclamar o lugar de direito deste filme no ramo dos "Imortais filmes brazukas",ate porque esse filme tem poucas palavrões,não fala da favela tampouco de trafico de drogas e tem poucas cenas salientes (nada contra a fórmula que consagrou "Cidade de Deus", "Carandiru" , " Tropa de elite" e "Meu nome não é Johnny",gosto muito desses,mas é uma fórmula tão usada que se torna banal as vezes) então dificilmente entraria no Hall,mas o que me intriga é a mensagem final do filme....da luta armada contra os militares...

Será que valeu pena a "frente revolucionaria" da época da ditadura?nosso país ainda não esta infestado com essa corja de sanguessugas ? Não continuamos cometendo os mesmo erros? a homofobia (disfarçada de falso moralismo)e o racismo não estão na moda ainda? A corrupção ainda é o meio mais fácil de enriquecer por aqui...não é mesmo? Afinal,vencemos ou não?

Um antigo professor de historia,não me recordo o nome,disse uma vez que no Brasil jamais houve uma "revolução",porque revoluções tinham apelo popular,e aqui a maioria da população era pró-militarista,e eu sou obrigado a lhe dar razão,com muita raiva,de nosso povo que não sabe nem fazer as escolhas corretas,que prefere o comodismo de viver recluso e com medo,a se arriscar e ter liberdade... Trocamos a ordem maior e suprema militar pela burocracia parlamentar inerte...

Não tenho nada contra os lutadores...muito pelo contrario,eles prestaram um serviço muito grande ao país,isso é indiscutível,mas no final das contas,acabamos com os mesmos problemas,só que saíram os militares,e entraram os parlamentares...e muitos dos que lutavam naquela época se venderam,não ao porco capitalismo,mas ao comodismo e ao poder que corrompe mais do que ajuda...

Caso tivesse nascido naquela época,provavelmente lutaria pela liberdade com armas parecidas com as que eles lutaram...as ficaria decepcionado com o futuro que tomamos como caminho...

Nota 1:
A ministra da casa-civil e futura presidenciável Dilma Roussef fez secretamente uma cirurgia plástica no rosto,para "suavizar " sua imagem...e imagem ainda continua valendo bem neste país,afinal "um bom livro começa por uma boa capa"...iuhuuuuuuuul

Nota 2:
'- Um Papai Noel de farda e empunhando um fuzil ao lado de ‘caveirão-trenó’ ( "O Dia on -line" ) assim pode-se descrver um cartão de natal enviado pelo Cel da PM-RJ Marcus Jardim,cada um luta com as armas que tem,apesar de achr isso um pouco "fascista" a ideia não foi das piores,pena que as poucas mentes criativas desse pais que se "expõe" ,geralmente a fazem por serem de direita...

Nota 3:
Quais serão as previsões dos "médiuns" que só aparecem nessa estação?deixa eu ver....Um artista muito idoso irá morrer...outra celebridade vai se casar inesperadamente e um casal inimaginável ira se divorciar...puts...acho q vou entrar pra esse ramo...

by: Contanzo

3 comentários:

Lucas Vieira disse...

Outro dia também estava reparando isso, todo filme brasileiro tem sexo e drogas(infelizmente não tem o terceiro termo), mas enfim o que vossos revolucionários fizeram, foi bom,porém, eu não me arrependeria não.Afinal, quem bota os "governadores" lá em cima é o povo, a massa, e a consequência, consequentemente vem toda para eles.Resultado:é só olhar da janela.

Mas será o Benedito?! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mas será o Benedito?! disse...

Eu sinceramente gosto muito de grande parte das "obras" brasileiras...seja cinema, música (MPB, não Latino e Kelly Key), Arquitetura...enfim, mas aqui (Brasil), o bom e de qualidade é tudo o que vem de fora, mesmo que seja uma produçãozinha ridicula, como tantos filmes, músicas e tantos outros "lixos" que fazem por aí...
Quanto ao filme, posso dizer que concordo em tudo, elenco fantástico, tema fantástico... e verdade que não é tipicamente brasileiro (leia-se: cheio de palavrões e escrachadão)mas além do elenco, encanta pela história...afinal, nossa história é fascinante, não a parte podre que existe desde o 1° cidadão de Portugal...mas a parte que fala de gente que realmente fez valer a pena, gente forte,com caráter, ideais e sonhos....coisa que hj em dia já não existe!! :'(

Eu ainda hoje sou a favor da revolução para ao menos tentar o que se quer... seja ela armada ou usando a maior arma de comoção popular que é o nosso poder de falar...de qualquer maneira, revolução tem que ser feita contantmente, é desesperador que tenha morrido o sentimento de luta (principalmente do jovem brasileiro)...sei lá, revolução pela educação, pelo descaso que fazem de nós...qualquer coisa, o que não tem como admitir é que todos hoje sejam tão covardes,tão acomodados!!!

Se acomodar é assinar a sentença de morte do própria consciência...

(Meu Deus, hj eu to numa revolta que se eu pego um, eu mato!! huahuahuahua)


Bjos, ai lóviu!